Minha foto
Maceió, Alagoas, Brazil
Bancário Aposentado, Escritor, Poeta, Administrador de Empresas, MBA em Negócios em Financeiros, Pós-Graduado em Gestão de Instituições do Ensino Superior, Especializado em Diálogo, Capacitação Locução e Apresentação de Rádio e Televisão. Militante do PCdoB.

Java

Juventude discute política e meio ambiente na UFAL

Cláudia Petuba

Cláudia Petuba, líder estudantil e dirigente da UNE, fala em debate sobre política e meio ambiente em Alagoas

O Coletivo Jovem de Meio Ambiente (CJ) da Universidade Federal de Alagoas – UFAL deu início em 17 de abril a mais uma edição do “Curso de Educação Ambiental: formando juventude de meio ambiente”, com uma programação que se estenderá até o dia 19 de junho.

O debate de abertura teve como tema a “Participação da juventude na sociedade atual”, com a participação de Cláudia Petuba, diretora da UNE, Lindinaldo Freitas, da UJS, Professora Alba Correia, Alex Santos e João Eudes, coordenadores do CJ/UFAL, e Crislayne, do CJ/AL.

A diretora da UNE em Alagoas, Cláudia Petuba, como tem feito em outros encontros e eventos realizados nas últimas semanas, colocou toda ênfase na necessidade e importância da participação dos jovens em todas as lutas políticas, nas mais variadas áreas. Destaca que essa postura que tem defendido nos mais diversos fóruns de debates, se contrapõe à depreciação divulgada pela grande mídia, que busca levar muitos jovens a rejeitar a política como atividade de baixa qualificação.

Segundo defendeu Cláudia Petuba, a política é um instrumento para que alcancem seus ideais enquanto jovens, estudantes e cidadãos. Continuou afirmando que naquela ocasião em que o tema do curso era o meio ambiente, era fundamental o debate sobre a politização do movimento da juventude, sempre presente nessa e em outras lutas.



No desenrolar das atividades do “Curso de Educação Ambiental: formando juventude de meio ambiente”, o debate mais esperado ocorreu no dia 8 de maio com temas acerca das mudanças climáticas, com a participação do professor Luiz Carlos Molion, doutor em Meteorologia, grande defensor da tese do “Resfriamento Global”, e do jornalista Anivaldo Miranda, superintendente da área de meio ambiente no governo do Estado de Alagoas, defensor da oposta tese, do “Aquecimento Global”.

O professor Molion tem se destacado nacionalmente nos debates acerca das mudanças climáticas que estiveram em pauta com a realização da recente Conferência de Copenhague, em que tem desmistificado o catastrofismo ambientalista, fundamentado em todo seu trabalho científico, ao longo de sua carreira reconhecida internacionalmente.

De Maceió, Selma Villela.
http://www.vermelho.org.br/al/noticia.php?id_noticia=129119&id_secao=46

Nenhum comentário: