Minha foto
Maceió, Alagoas, Brazil
Bancário Aposentado, Escritor, Poeta, Administrador de Empresas, MBA em Negócios em Financeiros, Pós-Graduado em Gestão de Instituições do Ensino Superior, Especializado em Diálogo, Capacitação Locução e Apresentação de Rádio e Televisão. Militante do PCdoB.

Java

Domingos, vis-à-vis

Incrivel quão frágeis somos.

Domingo passado, Dia do Pais, na agenda da Campanha Presidencial, dia do aniversário do candidato Eduardo Campos, ex-governador e presidenciável destacado pelos feitos e ousadia em suas missões públicas e na política brasileira, festas, fotos, mensagens, vídeos, comemorações públicas e familiares.

Uma semana iniciada com os costumeiros hoholofotes do momento eleitoral, encontros políticos, euforia com memoráveis e bem sucedidas entrevistas em grande rede de televisão.

Uma quarta-feira, para alguns incomum por ser 13, para ele, Eduardo Campos, um triste aniversário de morte de seu avô Miguel Arraes, grande baluarte da política em todo o período pré e pós ditadura, tendo sido, cassado, perseguido e exilado, falecido 09 anos antes, em 2005. O que não era dia de grandes lembranças de passado triste, tornara-se, numa trágica realidade de um presente comovente com o fatídico acidente aéreo que o vitimara fatalmente juntamente com os outros seis ocupantes da aeronave por ele utilizada na extenuante campanha eleitoral.

Agora, o Domingo seguinte, o reverso da vida, outra grande aclamação, desta feita, uma triste partida, uma extraordinária comoção, uma emotiva despedida, um envolvente velório, clamor, choro, respeito e saudades.

Para nós que permancemos, um velho lembrete, uma lição, vivamos, sigamos pela vida, curtindo a vida.

É Copa, É Brasil


Numa luta contra a mentira e a difamação implantada por aqueles que não largam o "Complexo Vira-Lata", chegamos, enfim, na Copa do Mundo.
Essa Copa é Especial por estar dentro de Nós, porque é no Brasil entrelaçado na teia de suas cidades-sede, porque é a Copa que temos para Curtir.
Não seremos condescendentes com nenhum daqueles que mover Um Dedo para estragar esse período marcante que Nós, Brasileiros de Coração, viveremos em nossa Terra Pátria, porque queremos continuar mostrando ao Mundo que somos um Povo Miscigenado, Não com os Resquícios do Passado, mas porque,  corre em nosso sangue, o Amor, a Paz e a União.
Vamos Curtir essa Copa do Mundo torcendo,  não só, pelo Brasil Hexa-Campeão, mas principalmente, pela Glória do Esporte, pela Participação Ética dos Jovens Gladiadores do Futebol nas Arenas dos nosso dias enaltecendo não os Deuses do Passado, mas os Senhores dos nossos dias, pessoas como Você, Senhor do seu Coração, Mestre de sua Família, Líder de nossa Sociedade e Propulsor do nosso Futuro.
Como Ontem, Hoje e Sempre,
Enamore o Brasil

PCdoB - Viva seus 92 anos

Vivemos pelo Brasil afora o dia 25 de março de 2014 em efusiva comemoração e exaltação dos 92 anos de resistência de um partido que mais que a simbologia da foice e do martelo em sua bandeira vermelha que exprime o sangue e a luta de homens e mulheres, trabalhadores e trabalhadoras, lideranças de classes e sindicais, dos movimentos sociais em batalha constante com o Capital Rentista à serviço da Ciranda Financeira volúvel e Descompromissado com o Desenvolvimento de Povos e Nações.
Desnecessário se faz usar da retórica para enaltecer as grandes e verdadeiras revoluções sociais que mudaram e continuam mudando a face de atraso pela de crescimento sustentável de países, que, através de ações progressistas tanto de caráter social, como também nas hostes econômico-financeiras, usando a inteligência e a riqueza de uma Nação à serviço e benefício de seu Povo.
Mas, um Partido da grandeza do PCdoB não pode continuar sua luta sem apostar numa juventude verdadeiramente Comunista, com funções militantes e compromissos organizativos e financeiros definidos. Não esquecemos aqui, é claro, do inestimável apoio da UJS, União da Juventude Socialista, como celeiro e unidade gestacional de jovens líderes, mas, que por maior que seja, não conduz a massa da sociedade a conectar de forma rápida e intrínseca sua imagem à do Partido, seja pela ideologia socialista de sua bandeira, seja pela irreverência e liberdade de suas ações. Haverá com certeza quem diga que Todos sabem que UJS é PCdoB e vice-versa, mas, o Povão, nos mais recônditos rincões desse Pais e até mesmo em nossas grandes cidades e metrópoles sabe?
Vamos trazer os jovens direto dos grêmios escolares ao partido, ainda que com isenção financeira até o primeiro emprego, pois, é necessário forjar um partido renovado e forte para dobrar os 100 cem anos oxigenado com esse sangue novo em suas fileiras, militância e práticas.
Precisamos de um PCdoB moderno e ágil, menos engessado pelo centralismo burocrático, desenvolvendo uma dialética mais afinada com suas bases, encurtando distancias e processos administrativos.
Viva o PCdoB para os 100 e 1000 anos, na companhia do Povo, vivendo efusivamente o momento, de olho no futuro e em coerência com o seu passado.

2014 - Copa do Mundo e Eleições

Amigos e Camaradas, finalmente chegou 2014.
Ano de ansiedade, de Copa do Mundo e Eleições, seria um Ano de Surpresas?
Surpresas Não, Grandes Realizações Sim!
Nosso partido, o PCdoB concluiu exitosamente seu 13º Congresso com sábias resoluções que o conduzirão, em marcha firme, para consolidar e avançar em suas posições e para o fortalecimento de suas fileiras e o engrandecimento do Brasil.
Participamos de um governo que cada vêz mais interage com seu povo e avança em conquistas sociais, politicas e econômicas, parte delas, conduzidas por quadros do nosso partido, o PCdoB.
Ao Povo resta retomar o espírito de reivindicação e luta mostrado nos protestos de junho passado e participar civicamente das próximas eleições para expurgar as mazelas que, camaleonicamente, se infiltra, corrói e destoa nossa representativamente política.
Por isso, em 2014 alçaremos novos vôos juntamente com o Brasil.
Feliz 2014!