Minha foto
Maceió, Alagoas, Brazil
Bancário Aposentado, Escritor, Poeta, Administrador de Empresas, MBA em Negócios em Financeiros, Pós-Graduado em Gestão de Instituições do Ensino Superior, Especializado em Diálogo, Capacitação Locução e Apresentação de Rádio e Televisão. Militante do PCdoB.

Java

Reformismo e Respeito

Vivemos um momento de perplexidade social.
Os agentes públicos buscam, a cada instante, uma sintonia com a sociedade.
Récuos de políticos e autoridades ante à Abusos de Poder, como no caso das devoluções de recursos financeiros pelo uso indevido de passagens em aviões da FAB, entre outras situações, denunciados pela imprensa, neste caso específico, cumpriu um grande serviço a Nação.
Dos grandes escândalos às pequenas picuinhas, nossos homens públicos parecem estar numa dificil adaptação à Novos Tempos de Transparência e Visibilidade de seus atos e condutas.
As grandes reformas de que o Brasil precisa pacíficamente estar mais ao dispor da Classe Política, cortando na própria carne, reduzindo a quantidade de seus participantes no Congresso (Câmara e Senado) e nas Assembléias Legislativas,  na redução de previlégios, trabalhando Todos os Dias como o Povo que os Elege, reduzindo trâmites e gargalhos burocráticos no funcionamento das Casas do Povo.
Deputados Federais e Estaduais, Senadores, Ministros e Governadores, antes de Autoridades, são Servidores Sustentados pelo Povo e não podem legislar em Causa Própria, precisam ter a Cara do Povo e com ele Estar Sintonizados.
O Povo parece não aguardar para, somente na eleições, mostrar sua Cara e o seu Repúdio. 
Muda Mais Brasil!