Minha foto
Maceió, Alagoas, Brazil
Bancário, Escritor, Poeta, Administrador com MBA em Negócios em Financeiros, Pós-Graduado em Gestão de Instituições do Ensino Superior, Especializado em Diálogo, Capacitação SindRádio em Rádio-TV.e Militante do PCdoB.

O que Esperar do Futuro

Passado a Primavera Brasileira, a onda de protestos de junho último, quase pacíficos, que tomaram as ruas das grandes cidades brasileiras e que foram replicados noutro grande número de cidades menores Brasil à fora, com reivindicações difusas, protestantes por protestar, jogos de partidos e de centrais sindicais com o mais do mesmo, nosso povo parece que até agora ainda não se achou.

Hoje, persistem ainda protestos menores e contumazes, pequenos no aglomerado de pessoas e cavalares na violência e na depredação do patrimônio público e privado, insandecidos por causas justas com tempero de birra política e desafios à ordem pública levados a cabo por selvagens mascarados, pouco se diferenciando de bandidos, pondo medo na sociedade que ainda quer viver com seus pares, seus filhos, seus familiares e sobreviver de seus negócios em constantes prejuízos, seja por destruição ou por fechamentos preventivos.

Mais temeroso ainda é que estamos no limiar de um novo processo eleitoral, parece, que sem as reformas que o povo tanto anseia e que a maioria dos políticos não querem, para escolha de novos governadores, deputados federais e estaduais, senadores e um presidente para continuar conduzindo nossa nação em meio à escândalos, agora Propinoduto, Tremsalão ou desgraça que o valha, numa comprovação clara do quão mal entregue se encontra nossa coisa pública.

Esperamos por fim que os protestantes difusos se afinem na correção de suas próximas escolhas eleitorais com a justiça dos falsos justiceiros mascarados.

O Brasil precisa Mudar e não ser Destruído.